26.6.13

A (concha)nata da provocação tolânica

Diz-me o Tolan no seu interessante estudo de frangalidade e afins, que a espera na Conchanata, esse estabelecimento dedicado à nobre arte da gelataria, pode oscilar entre 30 a mais minutos. Ora eu, que circulo na zona e sou um tipo dado a desafios que envolvam o esforço heróico de enfardar bolas de gelado, resolvi testar-me numa noite de calor em que é possível suar do bigode sem esforço.

Eis os resultados:



Qualidade da fotografia: -0,28 (o instagram é demasiado mainstream e a gula impediu que a conchanata resistisse na sua forma completa)
Qualidade do gelado: Deveras aprazível, a novidade doce de leite com amendoim surpreende pela positiva (o kiwi, ácido é um bom contraste para quem goste de quebrar sabores como a nata)

Tempo de espera: inferior a seis minutos (poderia ter sido ainda mais reduzido, mas há sempre gente que gosta de perguntar se seis ou sete sabores são bons, mas depois escolhem sempre os mesmos)


Onde está o truque da espera reduzida?

No horário de chegada, cerca das 20.53, quando o grosso da maralha ainda janta. Dez minutos mais tarde, já saciados do seu jantar, hordas de cidadãos sedentos de gelados já formavam uma dessas filas de meia hora. E eu ria-me, com pedacinhos de amendoim e restos de kiwi nos dentes.

8 comentários:

  1. Para mim, conchanata é só com bolas de nata. Hum...! E eu ainda sou do tempo em que serviam o gelado em tacinhas redondas de...de quê? alumínio? esmalte? Nem sei...mas era uma coisa bem menos moderna que essa que aparece aí na foto, que nem se percebe o que é! Parece uma colher gigante ou uma parra de uva assim mais estreita. Agora apeteceu-me!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mais ou menos o mesmo estilo mas em plástico, mas sim, a concha estilo inox tinha mais cenário.

      Eliminar
  2. Para a proxima tira foto ao sorriso com pedacinhos de amendoim nos dentes.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem, se estivermos a falar em estratégias para afastar filas, aterrorizando-as, é sem dúvida alguma uma boa arma.

      Eliminar
  3. Mal volte a Lisboa vou inaugurar a época de Conchanata. Ainda não me estreei este ano. As filas são enormes, a esplanada ridiculamente pequena, mas vale mesmo a pena.
    E as caixas de litro para levar e ter em casa? Tirando a parte do colesterol, dos açucares e das calorias que cabem num litro daqueles gelados.... É perfeito!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A esplanada tem mais algumas cadeiras do que em anos anteriores (agora tudo em plástico, varreram mesmo o inox), mas as filas é mesmo uma questão de horários e saber aproveitar as "folgas", se bem que ao fds pode ser complicado...

      Eliminar
  4. nham nham... nada a acrescentar! esses gelados são os melhores do mundo!!!

    ResponderEliminar

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.